Menu de navegação
Midias Sociais
Informações
Endereço

Travessa da CDL, 221, Centro Ji-Paraná - Rondônia

Email

contato@cdljp-ro.com.br

Telefones

+55 (69) 3421.9772 | 3422.3385

Boomerang - Style Builder

Layout options


Header options


Color options

Red Violet Blue Green Yellow Orange

Special

Black and white Dark Flat

CDL conta com um ponto de atendimento na Unisp

A Unidade de segurança dispõe de um guichê da CDL para realizar o serviço de alerta de documentos.
Data de publicação: 06/06/2019
Original dsc 0181 %281%29


   Com o objetivo de evitar fraudes no comércio local, a Câmara de Dirigentes Lojistas de Ji-Paraná – a CDL, ampliou o atendimento, instalando um ponto de apoio na Unisp – Unidade Integrada de Segurança Pública. A parceria com o órgão acontece desde outubro de 2018.

   Segundo levantamento feito pela administradora da CDL, Nayara Trindade, em cinco meses, o ponto de apoio registrou 300 alertas de perca de documentos, fora os demais serviços prestados pela entidade. “Ficou mais fácil fazer o alerta de documentos, pois a pessoa conclui o boletim de ocorrência e se direciona para o nosso guichê” declara Nayara. 

   O alerta de documentos é gratuito e inibe ações fraudulentas que segundo Nayara, evita maiores transtornos ao consumidor. “Uma vez realizado o alerta, é possível localizar este documento, caso ele esteja sendo utilizado de maneira intencional” afirmou.

   Para o presidente da CDL, André Moreira, a parceria com a Unisp, possibilita um atendimento rápido às vítimas que tiveram seus documentos roubados, furtados, perdidos ou extraviados. “Nosso principal objetivo é ajudar as pessoas que passam por este problema e evitar ações de fraudes no comércio. Com o alerta de documentos, nós protegemos o comércio também”, declarou. 

   A parceria entre CDL e Unisp, possibilitou a unificação das informações, uma vez que os registros de boletim de ocorrência para perde e roubo de documentos, nem sempre eram informados à entidade. “Não havia comunicação entre os bancos de dados da polícia civil com a CDL, e acabava se criando uma lacuna e quem aproveitava disso eram as pessoas do mundo do crime que usavam intencionalmente os documentos no comércio, acarretando prejuízos também para a economia. Agora não mais. Nosso objetivo é reduzir esses índices e proteger não só o cidadão como o comércio também”, enfatizou.    

PUBLICIDADE

Original peca02