Menu de navegação
Midias Sociais
Informações
Endereço

Travessa da CDL, 221, Centro Ji-Paraná - Rondônia

Email

contato@cdljp-ro.com.br

Telefones

+55 (69) 3421.9772 | 3422.3385

Boomerang - Style Builder

Layout options


Header options


Color options

Red Violet Blue Green Yellow Orange

Special

Black and white Dark Flat

Muitos consumidores já usaram o nome de outra pessoa para compras a prazo

"Pais, cônjuges e familiares são os mais procurados na hora de pedir o nome emprestado, porém, não ficam de fora namorados e amigos.
Data de publicação: 14/08/2018
Original muitos consumidores j%c3%a1 usaram o nome de outra pessoa para compras a prazo
     Pedir o nome emprestado para realizar compras a prazo é a saída que muitos brasileiros encontram para não deixar de consumir. Um levantamento realizado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) revela que essa prática não é incomum no país. Em cada dez brasileiros, quatro já pediram o nome emprestado a outras pessoas para fazer compras no crediário, principalmente às pessoas das classes C, D e E o que representa (48%), já as mulheres representam (49%). Os que disseram nunca terem lançado mão dessa atitude somam 56% dos entrevistados.

     De acordo com Nayara Trindade, administradora da CDL de Ji-Paraná, "essa prática é utilizada, principalmente, pelos consumidores que passaram por situações de emergência e não contam com uma reserva financeira, ou pelos que estão com o nome inscrito em cadastros de devedores". Outras razões também mencionadas são o crédito negado e o limite estourado do cartão de crédito.

     Para André Moreira, presidente da CDL de Ji-Paraná, ao assumir a dívida de terceiros a pessoa passa a responder por todas as consequências financeiras e jurídicas da situação, caso o tomador do nome emprestado não consiga honrar o compromisso assumido. “A responsabilidade sobre a dívida é sempre do titular daquela pendência financeira, e emprestar os documentos ou dinheiro para alguém que vive dificuldades pode ser arriscado, e ter o próprio CPF negativado caso o devedor não cumpra o acordo”, alerta André Moreira.

     "Pais, cônjuges e familiares são os mais procurados na hora de pedir o nome emprestado, porém, não ficam de fora namorados e amigos. Os consumidores não se intimidam em pedir o cartão de crédito e o crediário nas lojas para comprar no nome de terceiros, eu acredito que esses são os meios mais s para realizar as compras", concluiu André Moreira.

     Para diminuir problema como esses, a CDL de Ji-Paraná irá lançar no dia 16 de setembro os Projetos Crédito Consciente e Meu Crédito. Mais informações no pelo telefone 3421-9772.

PUBLICIDADE

Original assec